Greve na Petrobrás

Imagem: Pesquisa Google Imagens

Texto enviado pelo professor *Rozilton Ribeiro

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) decidiu iniciar manifestações a partir deste domingo, 27/05/2018, e, na próxima quarta-feira, 30/05/2018, iniciar uma greve de 72 horas.

A entidade divulgou um calendário que previa a definição da data de início da greve para o próximo dia 12/06/2018, mas o Sindipetro-RS resolveu se antecipar ao movimento com a ação localizada na Refap, cujos trabalhadores cruzaram os braços neste sábado, 26/05/2018.

Como os petroleiros são contra a política de aumento de combustíveis, afirmam que vão entrar em solidariedade aos caminhoneiros. A lista de reivindicações, além do apoio a greve dos caminhoneiros, inclui cinco pontos, um deles é a demissão do presidente da Petrobrás, Pedro Parente.

Os sindicalistas pedem também a redução dos preços dos combustíveis e do gás de cozinha; a manutenção de empregos e retomada da produção interna de combustíveis; o fim da importação de derivados de petróleo; e a desmobilização do programa de venda de ativos promovido pela atual gestão da estatal.

O comunicado que será enviado ainda neste sábado à empresa contesta também a presença de unidades das Forças Armadas em instalações da Petrobrás.

*Professor do Departamento de Administração da UESC, Mestre em Gestão Pública e Especialista em Marketing e Propaganda.